Queixas na Ordem dos Médicos quadruplicaram em 2006

Dados publicados pelo JN

11 março 2007
  |  Partilhar:

 

O número de queixas na Ordem dos Médicos do Norte contra médicos quadruplicou de 2006 em relação ao ano de 2005.
 

 

As denúncias de entidades públicas - como as autarquias do Porto e da Maia e o Ministério da Educação - com suspeitas de atestados fraudulentos fizeram disparar os processos no Conselho Disciplinar. No ano passado, ficaram 40 casos concluídos (três deles com suspensão dos médicos). Restam, ainda, 614 por resolver.
 

 

Das 410 queixas apresentadas, em 2006, no Conselho Disciplinar Regional do Norte da Ordem dos Médicos, 266 referem-se a atestados médicos em que existem suspeitas de não corresponderem a situações de verdadeira incapacidade para o trabalho.
 

 

Embora muitos casos sejam arquivados, Ana Aroso, presidente do órgão disciplinar, reconheceu ao “JN” que os "atestados de complacência" são a causa de uma parte significativa das sanções disciplinares (advertências, censuras e suspensões) aplicadas.
 

 

Fonte: Jornal de Notícias
 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.