Que doenças afectam mais os cidadãos de determinados pontos do mundo?

Primeiro mapa de variações genéticas pode ajudar a dar resposta

02 março 2005
  |  Partilhar:

 

 

Investigadores norte-americanos divulgaram o primeiro mapa das variações genéticas mais comuns em três grupos da população humana, o que permitirá no futuro prever e prevenir doenças graças a tratamentos selectivos.
 

 

As conclusões da investigação, realizada pela empresa californiana Perlegan Sciences Inc., foram apresentadas recentemente na reunião anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS), em Washington, e foram publicadas na revista Science.
 

 

O ADN ou genoma é idêntico em 99,9 por cento da população do planeta, sendo as variações genéticas do 0,1 restante que determinam as características individuais, a forma da face, a cor dos olhos e dos cabelos, mas também os riscos de doenças, explicam os peritos.
 

 

O mapa, primeira etapa da identificação de minúsculas partículas de informações chamadas SNP (Polimorfismo Nucleotídico Simples), é considerado essencial para criar uma verdadeira medicina genética.
 

Até agora, os progressos genéticos incidiram sobretudo na mutação de um único gene como explicação da causa de uma doença.
 

 

Todavia, a maioria dos problemas de saúde, como a diabetes, a depressão ou as doenças cardiovasculares resultam de uma interacção complexa de numerosos genes, de factores exógenos como o ambiente e dos hábitos de vida.
 

 

No estudo, os investigadores da Perlegen Sciences descreveram 1,58 milhões dessas variações genéticas simples ou SNP mais comuns em 71 norte-americanos de origem europeia, africana e chinesa.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.