Quatro pessoas internadas com botulismo em Viana do Castelo

Presunto estragado na origem da intoxicação alimentar grave

12 janeiro 2006
  |  Partilhar:

Quatro pessoas estão internadas no Centro Hospitalar do Alto Minho, em Viana do Castelo, afectadas por botulismo, uma forma rara de intoxicação alimentar que poderá ter tido origem num presunto caseiro, informou quarta-feira, 04 de Janeiro, a autoridade de saúde. Segundo o delegado de Saúde de Vila Nova de Cerveira, Alberto Vasconcelos, a intoxicação terá ocorrido na manhã de 01 de Janeiro, quando um grupo de familiares e amigos se reuniu numa festa particular na freguesia de Candemil para comemorar o Ano Novo e onde foi servido um presunto caseiro, presumivelmente estragado. No entanto, o botulismo só foi diagnosticado na passada quinta-feira, no Centro Hospitalar do Alto Minho, por ser uma patologia que demora pelo menos 18 a 36 horas a manifestar-se, havendo mesmo casos em que só é diagnosticada oito ou dez dias depois. De acordo com fonte hospitalar, duas das pessoas afectadas estão em estado considerado grave, permanecendo uma delas na unidade de cuidados intensivos. No entanto, a fonte sublinhou que todos estão "estáveis".Amostras do presunto e do sangue das vítimas foram enviadas para o Instituto Ricardo Jorge, para análise, de forma a confirmar se foi mesmo aquele alimento a causa da infecção, prevendo-se que os resultados sejam conhecidos no decorrer da próxima semana. Fonte: Lusa MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.