Quatro maternidades encerram até ao Verão

Decisão do ministério da Saúde

16 março 2006
  |  Partilhar:

 

Correia de Campos já assinou o despacho que determina o encerramento, até ao Verão, das maternidades de Barcelos, Elvas, Oliveira de Azeméis e Santo Tirso.
 

 

A medida surge na sequência do relatório da Comissão Nacional de Saúde Materna e Neonatal e, numa segunda fase, implicará o encerramento e reorganização de outras maternidades. Segundo anunciou o ministro da Saúde, até Julho deste ano vão encerrar as maternidades de Barcelos, Elvas, Oliveira de Azeméis e Santo Tirso. Os partos que teriam lugar na Maternidade de Barcelos vão ser realizados no Hospital de Braga (São Marcos), os de Santo Tirso no Hospital de Famalicão, os de Oliveira de Azeméis em Santa Maria da Feira e os de Elvas vão ser realizados em Portalegre, Évora ou Badajoz (Espanha).
 

 

Além destas medidas, foi ainda decidido transferir os partos que eram realizados na Figueira da Foz para os Hospitais Universitários de Coimbra, Centro Hospitalar de Coimbra e Hospital de Santo André, em Leiria.
 

 

Mais tarde, até ao final do ano, o mesmo processo vai ter lugar relativamente aos partos do Hospital de Amarante, que vão ser transferidos para o Padre Américo (Vale do Sousa).
 

 

Correia de Campos decidiu manter o bloco de partos do Hospital de Torres Vedras, até à conclusão de um estudo sobre planeamento hospitalar da Estremadura-Oeste que abrange as unidades das Caldas da Rainha, Alcobaça, Peniche e Torres Vedras. Por definir ficou também o local onde vão ser concentrados os partos que até agora são feitos nas unidades da Covilhã, Guarda e Castelo Branco.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.