Quatro em cada cinco eventos coronários são evitáveis

Estudo publicado no “Journal of the American College of Cardiology”

25 setembro 2014
  |  Partilhar:

A adoção de um estilo de vida saudável, incluindo a manutenção de um peso e dieta saudáveis, prática de exercício físico, não fumar e ter um consumo moderado de álcool, poderia impedir quatro em cada cinco eventos coronários nos homens, defende um estudo publicado no “Journal of the American College of Cardiology”.
 

Apesar de a mortalidade por doenças cardíacas ter diminuído nas últimas décadas, com grande parte da redução associada a terapias médicas, os investigadores referem que a prevenção através de um estilo de vida saudável impede os potenciais efeitos secundários da medicação e é também mais rentável para reduzir a doença cardíaca em toda a população.
 

Para estudo, os investigadores do Instituto Karolinska, Suécia, contaram com a participação de 20.721 homens saudáveis com idades compreendidas entre os 45 e 79 anos, que foram acompanhados ao longo de 11 anos. O estilo de vida dos participantes foi avaliado através de questionários sobre a dieta, consumo de álcool, tabagismo, nível de atividade física e adiposidade abdominal.
 

O estudo apurou que homens com um risco mais baixo de sofrerem eventos cardíacos eram os não fumadores, os que caminhavam ou andavam de bicicleta pelo menos 40 minutos por dia, que praticavam exercício físico pelo menos uma hora por semana, tinham um perímetro abdominal menor que 95 centímetros, consumiam quantidades moderadas de álcool e adotavam uma dieta saudável com um consumo regular de frutas, vegetais, legumes, frutos secos, lacticínios com baixo teor de gordura, cerais integrais e peixe.
 

Os investigadores constataram que havia uma redução clara do risco de enfarte agudo do miocárdio por cada fator de estilo de vida que os participantes adotavam. Verificou-se que os participantes que adotavam uma dieta de baixo risco e um consumo moderado de álcool apresentavam um risco 35% menor de enfarte agudo do miocárdio, comparativamente com aqueles que não adotavam este tipo de medidas.
 

Os homens que combinavam uma dieta de baixo risco com consumo moderado de álcool, não fumavam, eram fisicamente ativos e tinham uma baixa quantidade de gordura abdominal, apresentavam um risco 86% menor, comparativamente com os participantes que não adotavam estas medidas. Resultados semelhantes foram encontrados para a hipertensão e elevados níveis de colesterol.
 

“Não é nenhuma surpresa que a adoção de um estilo de vida saudável conduza a uma redução do enfarte agudo do miocárdio. O que é surpreendente é como o risco diminui tão drasticamente devido a estes fatores”, revelou, em comunicado de imprensa, a líder do estudo, Agneta Akesson.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.