Quase metade dos portugueses estão a tentar controlar peso

Estudo publicado na “Ata Médica Portuguesa”

24 março 2015
  |  Partilhar:
Cerca de metade da população portuguesa está a tentar controlar o peso com o intuito de melhorar a saúde e bem-estar, conclui um estudo da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, revela a agência Lusa em notícia.
 
O estudo denominado “Tentativas de Controlo do Peso na População Adulta Portuguesa: Prevalência, Motivos e Comportamentos”, ao qual a Lusa teve acesso, foi realizado através de questionário e contou com a participação de 1.098 indivíduos. 
 
Os resultados desta investigação revelam que cerca de 44% dos portugueses (53% das mulheres e 35% dos homens) estão ativamente a tentar controlar o seu peso. 
 
Dos participantes no estudo, 24,3% revelaram estar a tentar perder peso, 19,4% evitam aumentar de peso, 6,5% evitam perder peso e 49,8% afirmou não estar a fazer nada relativamente ao seu peso. 
 
Mais de metade das pessoas que declararam ter pré-obesidade ou obesidade disseram estar a tentar controlar o peso.
 
Ainda assim, cerca de 44% dos participantes indicou não ter qualquer intenção de controlar o peso.
 
Apesar de a maioria daqueles que indicaram ter um peso dentro dos parâmetros normais afirmar não estar a controlar o peso, cerca de 39% revelaram ter essa intenção.
 
Nas mulheres, as principais diferenças de resultados reportaram-se à zona geográfica de residência: a maioria das mulheres que afirmaram estar a tentar perder peso habitavam na zona de Lisboa e Vale do Tejo, enquanto a maioria das que referiram estar a tentar manter o peso vivam na zona do Alentejo. A maioria das mulheres que habitavam nas restantes regiões do país indicaram não estar a tentar controlar o peso.
 
Em relação aos homens, as principais diferenças prenderam-se com o grau de escolaridade, com mais homens com o ensino básico e secundário a tentarem perder peso e aqueles com diploma universitário a fazerem por mantê-lo.
 
Ainda segundo o estudo, 44,4% das mulheres com pré-obesidade e 56,3% com obesidade disseram estar a tentar perder peso. 
 
Nos homens com obesidade, 46,3% disse estar a tentar perder peso e igual percentagem assumiu não ter intenção de controlar o peso. A maioria dos homens com peso normal e com pré-obesidade afirmaram não estar a tentar controlar o peso.
 
A estratégia relatada com mais frequência pelos inquiridos para perder e manter do peso “foi o consumo regular de produtos hortícolas nas refeições principais”.
 
“O consumo regular de sopa nas refeições principais, a ingestão de água em detrimento de outras bebidas, o consumo regular de pequeno-almoço, a inclusão de pequenas merendas a meio da manhã e da tarde, a opção por pequenas porções, e a prática regular de atividade física”, são algumas das medidas adotadas pelos participantes. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.