Qualidade do ar de 600 lares portugueses sob avaliação

Estudo da SPAIC e o Instituto UCB de Alergia

04 dezembro 2007
  |  Partilhar:

 

A Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC) e o Instituto UCB de Alergia (IoA) lançaram, na semana passada, um "estudo epidemiológico inédito": monitorizar a qualidade do ar em 600 lares portugueses de todo o país durante seis meses.
 

 

Nos próximos seis meses, uma equipa de técnicos vai visitar as 600 habitações recorrendo a equipamentos com sensores específicos. Além de medir o nível de vários poluentes, será feita uma caracterização das condições gerais das habitações e do estado de saúde dos moradores. Os resultados serão conhecidos em Junho de 2008.
 

 

A sociedade actual passa mais de 90% do tempo em espaços fechados, que podem apresentar níveis de poluentes muito superiores ao ar exterior, aponta Carlos Nunes, Director do Centro de Imunoalergologia do Argarve.
 

 

"Doenças como Alergias respiratórias, Asma, Cancro do Pulmão e outras patologias são as mais relacionadas com a poluição atmosférica. Tornava-se imperativo analisar a qualidade do ar dos ambientes fechados que os portugueses respiram, a fim de serem tomadas medidas que diminuam eventuais efeitos nefastos para a sua saúde", explicou o Alergologista e representante do Instituto UCB de Alergia.
 

 

Fonte: Lusa
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.