Qualidade de vida influencia recuperação dos doentes

Médicos alertam para questões emocionais e familiares

30 setembro 2002
  |  Partilhar:

A recuperação de um doente depois de um período de internamento não depende apenas do tratamento clínico, mas também da forma como este percebe a vida.
 

 

Essa é a teoria desenvolvida pelos médicos Michael Koller e Wilfried Lorenz, da Universidade Marburg (Alemanha), e publicada na edição de Outubro do «Journal of the Royal Society of Medicine» (www.jrsm.org).
 

 

Koller e Lorenz chamaram de «qualidade de vida» AO aspectos psicossociais determinados pelo próprio paciente, como A capacidade de lidar com situações adversas, optimismo e um grande círculo de familiares e amigos. Segundo os cientistas, quanto maior for a «qualidade de vida», maiores são as hipóteses de recuperação, mesmo que o quadro clínico não seja o mais positivo.
 

 

No jornal, a equipa citou o caso de dois doentes. O primeiro tinha 50 por cento de hipóteses de sobrevivência e sentia dores após ter sido submetido a uma operação de cancro do intestino. O segundo tinha 90 por cento de hipóteses de sobrevivência e sintomas menos desagradáveis. Porém, o primeiro paciente tinha uma pontuação de «qualidade de vida» mais alta e recuperou mais rapidamente.
 

 

Segundo os médicos, «para se ter uma total compreensão da situação do paciente, é necessário ter em conta os dois lados da moeda, ou seja, os aspectos médicos clássicos, como complicações físicas, assim como a qualidade de vida reportada pelo próprio paciente».
 

 

Os investigadores também sugerem que diferentes abordagens de tratamento, como diminuição da dor, psicoterapia, melhor alimentação e reabilitação social, podem influenciar a «qualidade de vida» do doente.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.