Qual o melhor combate contra a sida?

Preservativo e abstinência geram controvérsia na cimeira

13 julho 2004
  |  Partilhar:

O que será mais eficaz: não ter sexo ou usar preservativos? Esta questão marcou o segundo dia da Cimeira das Nações Unidas sobre a sida, que está a decorrer na Tailândia, com o Uganda e os EUA a defenderem posições semelhantes sobre o assunto contra a opinião de muitos activistas. Coube ao Presidente ugandês, Yoweri Museveni, levantar o assunto. O seu país é um dos casos raros de sucesso no continente africano (de 1990 até hoje o número de infectados desceu de 30 para seis por cento) e o responsável político defendeu, perante os delegados, que a melhor maneira de combater o flagelo é a abstinência: «Os preservativos são uma improvisação, não uma solução», defendeu. E apelou a «relações assentes no amor e na confiança, em vez da desconfiança institucionalizada representada pelos preservativos». O Uganda usa a fórmula ABC (que, na sigla inglesa, significa abstinência, fidelidade e preservativo quando necessário) para combater a disseminação da doença e esta solução serve de exemplo para as políticas da administração Bush, as quais têm estado na linha de fogo na conferência. Fonte: Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.