Quadra natalícia associada a maior risco de ataque cardíaco

Estudo publicado na revista “BMJ”

24 dezembro 2018
  |  Partilhar:
A quadra natalícia poderá ser exigente para com o coração, atestou um novo estudo.
 
Uma equipa de investigadores do Hospital Universitário Skane em Lund, Suécia, responsável pelo estudo, apurou que na véspera de Natal a possibilidade de ataque cardíaco aumenta quase 40%.
 
Para o estudo, David Erlinge e equipa analisaram dados sobre 283.014 pacientes que tinham sofrido um ataque cardíaco entre 1998 e 2013. 
 
Os resultados sugeriram que o risco de ataque cardíaco era maior às 22 horas da noite de Natal. No entanto, o estudo apenas sugere uma associação e não uma causa e efeito.
 
“As festas tradicionais foram associadas a um maior risco de ataque cardíaco. O risco em geral durante o Natal/Ano Novo era 15% mais elevado do que num dia normal de dezembro”, observou David Erlinge.
 
Na noite de Ano Novo, que na Suécia é passada normalmente entre amigos, o risco de ataque cardíaco não aparentou ser maior. Contudo, no dia de Ano Novo aumentava cerca de 20%.
 
Outra festividade na Suécia, conhecida como Midsummer, em que se celebra o solstício de Verão, foi associada a um risco 12% mais elevado de ataque cardíaco. 
 
Por outro lado, a Páscoa e eventos desportivos não foram associados a um aumento da possibilidade de ataque cardíaco.
 
Embora os autores não saibam a causa da associação observada, especialmente na véspera de Natal, admitem que os excessos com a comida e bebidas alcoólicas, a ansiedade, tristeza, problemas emocionais, viagens longas e outros poderão aumentar o risco de um ataque cardíaco.
 
Os autores recomendam que as pessoas procurem ter especial cuidado com situações de stress nesta quadra.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar