Publicidade a alimentos durante os programas televisivos infantis

Especialistas pedem proibição

16 julho 2007
  |  Partilhar:

 

Especialistas em Nutrição recomendaram à Comissão Europeia a adopção de legislação que restrinja e/ou proíba a publicidade a alimentos durante os programas televisivos dedicados às crianças e jovens.
 

 

A recomendação foi suscitada durante uma sessão de trabalho sobre Obesidade Infantil que decorreu à margem da reunião Estratégias de Saúde na Europa, a decorrer em Lisboa, no âmbito da presidência portuguesa da União Europeia.
 

 

Sylvie Pradelle, responsável da maior organização de consumidores de França, lembrou que as crianças antes dos sete anos não conseguem distinguir entre a publicidade e a ficção televisiva e que, mesmo as mais velhas, são altamente permeáveis aos anúncios.
 

 

Num estudo realizado no final do ano passado em França ficou demonstrado que 89% dos anúncios a alimentos exibidos antes, durante e depois dos programas de televisão para crianças eram produtos com altos níveis de açúcar e gorduras, que apenas 11% eram produtos com benefícios nutricionais.
 

 

Fonte: Lusa
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.