Puberdade precoce aumenta risco de diabetes gestacional

Estudo publicado na revista “Diabetes Care”

29 janeiro 2016
  |  Partilhar:
As mulheres que começam a ter ciclos menstruais cedo têm maior risco de desenvolver diabetes gestacional, uma condição que afeta até 7% das mulheres grávidas que pode conduzir ao desenvolvimento de diabetes tipo 2 e outras complicações nos bebés, refere um estudo publicado na revista “Diabetes Care”.
 
Estudos anteriores já tinham constatado que havia uma associação entre o início dos ciclos menstruais, ou menarca, numa idade precoce e o desenvolvimento de diabetes tipo 2. Neste estudo os investigadores da Universidade de Clemson, nos EUA, decidiram averiguar se havia uma associação entre a menarca e a diabetes gestacional, um tipo de diabetes que tem início durante a gravidez.
 
Para o estudo, os investigadores liderados, por Liwei Chen, contaram com a participação de mais de 27.000 mulheres. Verificou-se que quando a menarca tinha início aos 11 anos comparativamente com os 14 anos, as mulheres apresentavam um risco 39% maior de desenvolver diabetes. Um aumento do risco, embora menor, também ocorreu quando a menarca começou aos 12 e 13 anos.
 
Na opinião de Liwei Chen, este novo achado pode fazer com que os médicos comecem a perguntar às mulheres quando começaram a ter a menarca de forma a determinar o risco de desenvolvimento de diabetes. Estas mulheres podem representar uma população de elevado risco e devem ser alvo de programas de prevenção.
 
“O bom controlo do peso antes da gravidez poderá ajudar a reduzir o risco da diabetes para estas mulheres”, revelou, em comunicado de imprensa, o investigador.
 
A menarca precoce está também associada a um risco de obesidade na idade adulta. Estudos anteriores sugeriram que a obesidade na pré-gravidez era um fator de risco da diabetes gestacional. Contudo, segundo Liwei Chen, a obesidade não explica toda a associação entre a menarca e a diabetes gestacional.
 
Após terem tido em conta alguns fatores que poderiam ter afetado esta associação, incluindo obesidade na adolescência e aos 18 anos, assim como hábitos tabágicos, consumo de álcool, prática de atividade física e tipo de alimentação adotada, os investigadores verificaram que os resultados se mantiveram inalterados.
 
A menarca dita o início da puberdade e a ocorrência de várias alterações hormonais no organismo. Liwei Chen acredita que algumas dessas alterações podem estar associadas ao desenvolvimento da diabetes gestacional mais tarde na vida. A menarca precoce está também associada a níveis mais elevados de estrogénio na vida adulta, e outros desequilíbrios hormonais estão associados a um risco aumentado de diabetes gestacional.
 
Os autores do estudo concluem que a menarca pode assim representar um novo fator de risco da diabetes gestacional. No entanto ainda são necessários mais estudos para descobrir quais os mecanismos moleculares subjacentes.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.