Psoríase aumenta risco de obesidade nas crianças

Estudo publicado nos “Archives of Dermatology”

22 novembro 2012
  |  Partilhar:

A psoríase nas crianças está associada a um maior risco de excesso de peso e obesidade, sugere um estudo publicado nos “Archives of Dermatology”.
 

Estudos anteriores já tinham constatado que os adultos com psoríase apresentavam um maior risco de obesidade, enfarte agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral e diabetes mellitus. Investigações recentes também já tinham sugerido que existia uma associação entre a psoríase e a obesidade nas crianças.
 

Neste estudo, os investigadores da Northwestern University, nos EUA, decidiram analisar a associação entre o excesso de adiposidade (percentil do índice de massa corporal [IMC]), e a adiposidade central (percentil do perímetro da cintura e razão entre cintura e altura), com a severidade da psoríase pediátrica. No total, os investigadores contaram com a participação de 409 crianças com esta doença dermatológica e com 205 crianças saudáveis oriundas de nove países distintos.
 

O estudo apurou que o excesso de adiposidade (IMC com percentil maior ou igual a 85) ocorria em 37 e 20,5 % das crianças com psoríase e do grupo de controlo, respetivamente. Contudo, a severidade da psoríase não contribuía para diferenças no excesso de adiposidade. Por outro lado, 9,3% das crianças saudáveis, 14% das crianças com psoríase moderada e 21,2 % com psoríase severa tinham um perímetro de cintura acima do percentil 90.
 

Adicionalmente foi verificado que a razão entre a circunferência e altura era significativamente maior nas crianças com psoríase do que nas crianças do grupo de controlo, mas a severidade da psoríase não parecia afetar esta relação.
 

Os autores do estudo concluíram que as crianças com psoríase, independentemente da severidade, são mais propensas a terem excesso de peso ou obesidade e consequentemente maiores riscos de desenvolver doenças associadas ao excesso de adiposidade.
 

Na opinião dos investigadores caso se verifique que, em estudos futuros, que o excesso de adiposidade é um percursor da psoríase, será importante adotar modificações no estilo de vida e controlar o peso, não apenas para diminuir o risco de doença metabólica mas também para modular o curso da psoríase pediátrica.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.  

 

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.