Psicose pós-parto afecta mais primeiras mães com idade acima dos 35 anos

Estudo do Instituto Karolinska

19 fevereiro 2009
  |  Partilhar:

As mães que têm o seu primeiro filho depois dos 35 anos correm um maior risco de sofrer de psicose pós-parto, segundo estudo do Instituto Karolinska da Suécia.
 

 

O estudo do Instituto Karolinska, publicado no sítio oficial da BBC, comparou dados de 750 mil mulheres suecas que tiveram o seu primeiro filho entre os anos 1983 e 2000.
 

 

Os investigadores verificaram que 892 dessas mulheres foram hospitalizadas com distúrbios psicóticos no período correspondente aos 90 dias posteriores ao nascimento do seu primeiro bebé. Quase metade (436 mulheres) apresentou sinais de psicose pela primeira vez.
 

 

A pesquisa concluiu que o risco de apresentar psicose é significativamente reduzido após os primeiros 90 dias depois do parto.
 

 

Os cientistas deram atenção particular às mulheres que não possuíam histórico de doenças psiquiátricas antes da primeira gravidez. "O risco de psicose aumenta consideravelmente em relação ao nascimento do primeiro bebé, tanto para mulheres saudáveis como para aquelas com histórico de patologia psiquiátrica (anterior à gravidez)", afirmou à BBC Unnur Valdimarsdottir, um dos membros da investigação.
 

 

Contudo, acrescentam os investigadores, serão necessários novos estudos para compreender melhor outras prováveis causas desta condição, tais como as alterações hormonais durante o parto.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.