Proteína tem papel decisivo na propagação de tumores

Estudo publicado na Nature

02 abril 2006
  |  Partilhar:

 

Uma proteína associada à disseminação de cancros como o da mama, próstata e pele para a medula óssea foi identificada por cientistas da University of Toronto, Canadá.
 

 

De acordo com um artigo publicado na revista Nature, os especialistas conseguiram também bloquear a acção desta molécula. Segundo Josef Penninger, chefe da equipa de investigadores, da Austrian Academy of Sciences, a utilização de fármacos para bloquear a proteína em causa, chamada RANKL e produzida em grande quantidade pela medula óssea, permite deter a expansão do cancro no organismo.
 

 

A proteína actua através do receptor RANK, membro da família de receptores que regula a homeostase (manutenção de condições estáveis para as células) óssea, nas células cancerosas da mama, da próstata e da pele, pondo em marcha um processo migratório.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.