Proteína: de vilã a heroína

Estudo publicado na “Nature Communications”

22 novembro 2012
  |  Partilhar:

Uma proteína conhecida por estar envolvida na disseminação do cancro também despoleta o processo de reparação no cérebro, dá conta um estudo publicado na revista “Nature Communications”.
 

Reparar os danos cerebrais é uma questão fundamental com que os investigadores desta aérea se têm deparado e debruçado nos últimos anos. Por outro lado, há muito que a comunidade científica sabe que a proteína S100A4 está envolvida na metastização do cancro.
 

Contudo, pela primeira vez ficou demonstrado que esta proteína pode ter também um papel benéfico para o organismo, na medida em que está envolvida na proteção e reparação do cérebro.
 

Os investigadores da Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, constataram que a S100A4 não está presente habitualmente no cérebro, isto só ocorre na presença de um trauma ou de um processo degenerativo. Foi verificado que na ausência desta proteína o cérebro de ratinhos estava menos protegido e com uma menor capacidade para resistir aos danos.
 

O estudo também apurou que a S100A4 ativava as vias de sinalização dentro dos neurónios. “Ficamos surpreendidos ao descobrir que esta proteína tinha este papel, pensávamos que ela era puramente uma proteína envolvida no cancro”, revelou, em comunicado de imprensa, um dos autores do estudo, Oksana Dmytriyeva.
 

“Estamos muito entusiasmados com esta nossa descoberta e queremos continuar com a nossa investigação numa direção mais prática. Esperamos que estes resultados beneficiem os tratamentos dos indivíduos com doenças neurodegenerativas, como a Alzheimer, apesar de estarmos conscientes que ainda há um longo caminho a percorrer até chegar a esse pontos”, conclui o investigador.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.