Proposta de Portugal sobre células estaminais chumbada na UE

Quinze falham acordo sobre financiamento para investigação

05 dezembro 2003
  |  Partilhar:

Os ministros da Ciência dos Quinze falharam quarta-feira o acordo, em Bruxelas, sobre o financiamento comunitário a projectos de investigação em células estaminais embrionárias, cuja moratória termina em Dezembro.Em cima da mesa estava uma proposta de Portugal que tentava um compromisso entre os países que queriam o apoio comunitário a este tipo de investigação, que pode ajudar a encontrar soluções para várias doenças, e os que limitavam os projectos a financiar, deixando de fora os que pressupunham a destruição de novos embriões para a obtenção dessas células.Esta era a base do documento português, segundo o qual o financiamento comunitário só deveria ser permitido para projectos que envolvessem células estaminais obtidas antes de 03 de Dezembro, ao contrário da proposta da Comissão Europeia, que pretendia ver alargado a projectos de investigação nos próprios embriões.A proposta tinha sido apresentada na semana passada pelo secretário de Estado da Ciência e Ensino Superior, Jorge Moreira da Silva, mas encontrou hoje a oposição da Suécia, Holanda, Reino Unido, Finlândia, Dinamarca, França, Grécia e Bélgica, que pretendiam regras mais abertas, bem como do comissário europeu da Investigação, Phillipe Busquin.A favor, estava Portugal, Espanha, Alemanha, Áustria, Luxemburgo, Itália e Irlanda, mas não em força suficiente para fazer passar a proposta.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar