Promoções profissionais pioram saúde

Estudo da universidade de Warwick

23 abril 2009
  |  Partilhar:

Um novo estudo realizado por economistas e psicólogos de uma universidade britânica concluiu que as promoções no trabalho aumentam o stress e tiram tempo aos felizes contemplados para irem a consultas médicas.

 

O trabalho foi divulgado pela BBC e apresentado na Royal Economic Society. A investigação foi conduzida por economistas e psicólogos da universidade britânica de Warwick e teve por base dados de cerca de mil pessoas que foram promovidas entre 1991 e 2005 na Grã-Bretanha.

 

A equipa quis saber se uma melhoria do estatuto profissional tornaria as pessoas mais felizes e saudáveis, em consequência de um aumento da auto-estima pessoal. Contudo, os investigadores constataram que uma promoção profissional provoca mais 10% de stress e reduz em 20% o tempo para ir ao médico.

 

"Obter uma promoção no trabalho não é tão fantástico como se poderia julgar", afirmou à BBC Chris Boyce, um dos autores do estudo. "As nossas investigações mostram que tipicamente a saúde mental dos chefes se deteriora depois de serem promovidos e de um modo que vai além do curto prazo", disse.

 

"Não há sinais de melhoria da saúde, além de que diminui as visitas aos consultórios médicos, o que deve ser mais motivo de preocupação do que de celebração", sublinhou o investigador.

 

Estas conclusões contrariam a ideia generalizada de que a melhoria de estatuto, através de uma promoção, resultaria directamente numa melhoria da saúde da pessoa, devido a um sentido acrescido de controlo da vida e de auto-estima.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.