Projeto pioneiro de rastreio de saúde visual infantil

Sociedade Portuguesa de Oftalmologia associa-se ao Ministério da Saúde

09 maio 2016
  |  Partilhar:
Mais de mais de cinco mil crianças nascidas em 2014 vão integrar um projeto piloto do Ministério da Saúde que tem como objetivo alargar cuidados de saúde visuais nos cuidados de saúde primários. 
 
O protocolo, que conta com a colaboração da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO), foi assinado semana passada.
 
De acordo com a agência Lusa, este rastreio de saúde visual infantil, de base populacional, deve observar todas as crianças no semestre em que completam dois anos de idade. Um segundo rastreio, a complementar o efetuado aos dois anos, deverá ser realizado a todas as crianças entre os quatro e os cinco anos de idade. Este segundo rastreio tem como objetivo detetar novos casos de crianças com ambliopia ou em risco de a desenvolver. As crianças com rastreio positivo são rapidamente referenciadas para uma consulta de oftalmologia no Serviço Nacional de Saúde.
 
A direção da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia referiu num comunicado enviado à ALERT que “este é um projeto que resulta da vontade do Ministério da Saúde em fortalecer a saúde visual em articulação com os cuidados primários do SNS”, projeto que a SPO acompanhou e para o qual contribuiu defendendo designadamente um rastreio nacional de fatores de risco implicados na ambliopia.
 
Pedro Menéres, médico oftalmologista da direção da Sociedade tem esperança que, “após a validação do estudo piloto que envolve mais de cinco mil crianças do grande Porto, o programa de rastreio nas crianças possa ser alargado a todo Portugal já em 2017 com o objetivo de eliminar a ambliopia no nosso país”. “A ambliopia é vulgarmente conhecida como olho preguiçoso e apenas tem tratamento nos primeiros anos de vida”, acrescentou.
 
De um modo inicial, na região Norte vão ainda avançar os primeiros rastreios da degenerescência macular da idade (DMI), que deve abranger todos os utentes do SNS selecionados para o rastreio primário da retinopatia diabética.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.