Projecto Nascer Cidadão identifica 130 crianças em risco
25 junho 2001
  |  Partilhar:

Em seis meses, 130 crianças em situação de risco foram detectadas no âmbito do projecto Nascer Cidadão, que permite a inscrição dos recém-nascidos, em um único acto, no registo civil, saúde e segurança social, apurou a agência Lusa.
 

 

Entre Outubro de 2000 e Abril de 2001, o projecto decorreu de forma experimental em quatro unidades de saúde do país: Maternidade Júlio Dinis, Maternidade Bissaya Barreto, Hospital Distrital de Cascais e Hospital Distrital de Faro.
 

 

Ao que tudo indica, a "clandestinidade" a que estão sujeitas muitas crianças está frequentemente associada a défices económicos e sociais e ao "desconhecimento e apatia" de alguns pais face às necessidades básicas e aos direitos dos seus filhos.
 

 

No balanço dos seis meses de experiência do projecto Nascer Cidadão, duas conclusões se destacam: a percentagem de adesão dos pais e o número de identificações imediatas de situações de risco para as crianças.
 

 

 

Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.