Projecções pessimistas para os homossexuais nos países ricos

Estudo da University of Pittsburgh

09 novembro 2006
  |  Partilhar:

A contaminação dos homossexuais e bissexuais com o vírus HIV está em alta nos EUA e noutros países desenvolvidos, indicam estudos apresentados na conferência mundial sobre Sida que decorreu recentemente no Canadá. Um estudo de investigadores da University of Pittsburgh, Pennsylvania, EUA, prevê uma forte progressão da doença nos próximos anos nos EUA, Canadá, Europa ocidental, Austrália e Nova Zelândia se a taxa de incidência (novas contaminações por ano) não baixar. Com a taxa de incidência actual estimada em 1,9%, o estudo estima que 8% dos homossexuais com 20 anos são seropositivos.Isso significa que um quarto desta população estará infectado aos 30 anos e que aos 60, a taxa de prevalência será de 58%, de acordo com as projecções estatísticas. "A manutenção dessas taxas de incidência dará taxas muito altas de presença do VIH em cada nova geração de homossexuais", advertiu o professor Ron Stall. Este investigador mostrou-se alarmado com a explosão da contaminação dos “gays” negros norte-americanos, nos quais a taxa de incidência é de 4% entre os 15 e os 22 anos e de 15% entre os 23 e os 29, "uma taxa quase incrível". Ao ritmo de 4%, 75% dos homossexuais negros norte-americanos com 20 anos serão seropositivos aos 50. Fontes: Lusa e Imprensa Internacional MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.