Progressão da degenerescência macular associada à idade poderá ser travada

Estudo publicado na “Nature Medicine”

13 abril 2012
  |  Partilhar:

O desenvolvimento da degenerescência macular associada à idade pode ser impedida através do controlo de uma proteína inflamatória, revela um estudo publicado na revista “Nature Medicine”.

 

A degenerescência macular associada à idade é uma doença crónica e progressiva que conduz a uma diminuição acentuada e irreversível da visão. Os indivíduos com este tipo de doença oftalmológica ficam incapazes de ler, ver televisão, conduzir ou de realizar outras atividades diárias.

 

A forma seca ou atrófica da doença é caracterizada pela acumulação de depósitos amarelos chamados “drusen” na região central da retina, a mácula. Contudo, muitas vezes esta forma pode evoluir para uma mais grave, a forma exsudativa ou húmida, na qual há um crescimento de vasos sanguíneos atrás da retina, o que pode conduzir à perda da visão central.

 

Neste estudo os investigadores da Trinity College, na Irlanda, descobriam que a acumulação de depósitos de "drusen" na mácula leva à produção de duas proteínas inflamatórias, conhecidas por IL-1beta e IL-18.

 

“Tradicionalmente, a inflamação da retina ou do olho em geral não é benéfica e é um sinal de muitas doenças oftalmológicas, incluindo a degenerescência macular associada à idade. No, entanto identificámos um componente inflamatório, a IL-18 que atua como um fator anti-angiogénico, conseguindo impedir a progressão para a forma exsudativa da doença”, revelou, em comunicado de imprensa, um dos autores do estudo, Matthew Campbell.

 

Um das coautoras do estudo, Sarah Doyle, explicou que a progressão da forma seca ou atrófica da doença para a forma exsudativa parece ser mediada pela IL-18. Assim, os resultados do estudo sugerem que o controlo ou aumento dos níveis de IL-18 na retina dos pacientes com a forma seca ou atrófica de degenerescência macular associada à idade pode impedir o aparecimento da forma exsudativa, conduzindo assim a uma possível terapia contra esta doença.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.