Professor Armando Sena vence prémio Merck Serono

Projecto inédito sobre papel dos lípidos e do colesterol na Esclerose Múltipla

27 março 2007
  |  Partilhar:

O Professor Armando Sena, neurologista no Hospital dos Capuchos, foi premiado com a Bolsa Serono de Investigação no valor de 20 mil euros, ao contribuir para um melhor conhecimento da Esclerose Múltipla e possíveis formas de a tratar. Em 2003, a equipa de Armando Sena publicou um estudo, sugerindo o potencial benefício das estatinas no tratamento de doentes com Esclerose Múltipla. Estes resultados vieram sublinhar o interesse que as interacções existentes entre as reacções imunitárias e o metabolismo dos lípidos e colesterol podem ter para a doença. Embora as estatinas sejam conhecidas pelo efeito na redução do colesterol, elas também têm importantes efeitos na resposta imunitária. O que leva a concluir que existam mecanismos bioquímicos reguladores destas interacções. Um destes mecanismos implica uma classe de moléculas designadas receptores activados pelo proliferador dos peroxisomas (PPARs). O projecto envolve a colaboração de investigadores do serviço de Neurologia do Hospital dos Capuchos, Departamento de Bioquímica da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, e Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz. Para tornar a concretização possível, estabeleceu-se uma colaboração com um dos centros mundialmente mais reputados no estudo dos PPARs, o Instituto Pasteur de Lille, em França. MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.