Procuradoria vai actuar no caso dos «falsos dentistas»

Ordem dos Médicos Dentistas 132 situações ilegais

16 junho 2003
  |  Partilhar:

O procurador-geral da República, Souto Moura, já tem em sua posse o nome dos 132 «falsos dentistas» denunciados pela Ordem dos Médicos Dentistas (OMD). "A Procuradoria garantiu que vai dar atenção imediata ao assunto e encaminhar o processo para investigação", disse o bastonário, Orlando Monteiro Silva, ontem, depois da audiência com Souto Moura.
 

 

A Ordem já recebeu novas denúncias de exercício ilegal da profissão desde que na passada sexta-feira o jornal «Publico» divulgou a existência da lista. «Agora vamos avaliar se os casos que nos foram apresentados já estão incluídos nos dados que apresentámos ao procurador e, se não estiverem, vamos anexá-los ao processo», afirmou Monteiro Silva, que se mostrou confiante no funcionamento da justiça.
 

 

Dos 132 profissionais em exercício ilegal que a Ordem denunciou, 81 são odontologistas não acreditados pelo Ministério da Saúde. Esta categoria apareceu em 1909, quando ainda não existiam cursos de medicina dentária em Portugal. Estes profissionais de saúde oral não têm formação académica na área, mas, com base no currículo (cursos de aperfeiçoamento) e num exame teórico-prático, o MS atribuiu-lhes uma carteira profissional. O seu espaço de acção está limitado a determinadas intervenções, sendo-lhes vedadas as operações mais complexas, como os implantes.
 

 

Veja tudo no: Público
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.