Problemas vulvovaginais: comprimidos vaginais de estradiol melhor que hidratantes

Estudo publicado na revista “Menopause”

14 maio 2018
  |  Partilhar:
Um novo estudo demonstrou que os comprimidos vaginais de estradiol são mais eficazes do que os hidratantes vaginais no tratamento dos problemas vulvovaginais.
 
Cerca de 75% das mulheres na fase da menopausa relatam experienciar secura vaginal e até 40% dizem sentir dores durante as relações sexuais, o que afeta a função sexual e a qualidade de vida daquelas mulheres.
 
Embora existam, vários tipos de tratamento para os problemas vulvovaginais, nem todos foram testados e demonstrado que são realmente eficazes. 
 
Para o estudo, uma equipa de investigadores conduziu um ensaio randomizado, duplo-cego e controlado por placebo em mais de 300 mulheres na menopausa, com o objetivo de comparar a eficácia dos comprimidos vaginais de estradiol e os hidratantes vaginais. 
 
Como resultado, os investigadores apuraram que pequenas doses de comprimidos vaginais de estradiol faziam aumentar significativamente a qualidade de vida das participantes, quando comparados com um placebo.
 
Por outro lado, o tratamento com os hidratantes vaginais não demonstrou mais melhorias do que o placebo. 
 
Este foi o primeiro estudo que se conhece a associar a eficácia de um método a uma melhoria na qualidade de vida e estado de humor dos pacientes.
 
“Embora os lubrificantes e hidratantes vaginais possam ajudar com a secura vaginal, poderão não ser eficazes em mulheres com alterações vaginais mais severas devidas à perda de hormonas na menopausa”, comentou JoAnn Pinkerton, diretora executiva da North American Menopause Society, que publica a revista científica “Menopause”. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar