Problemas respiratórios poderão ter origem na infância

Estudo publicado na revista “Thorax”

19 janeiro 2010
  |  Partilhar:

A função respiratória e o risco de desenvolvimento de problemas respiratórios crónicos na idade adulta são em parte determinados na infância, revela um estudo publicado na revista “Thorax”.

 

Os investigadores da Haukeland University Hospital, na Noruega, descobriram que, na infância, a existência de “factores desfavoráveis”, nomeadamente estar perto de pessoas que fumem ou sofrer de infecções pulmonares, parece aumentar o risco de desenvolvimento de doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) anos mais tarde.

 

A DPCO é uma doença pulmonar caracterizada pela obstrução das vias aéreas, o que resulta na diminuição da capacidade respiratória. O consumo de tabaco é a causa mais frequente desta doença crónica e progressiva, a qual engloba o enfisema e a bronquite crónica.

 

Para este estudo, os investigadores, liderados por Cecilie Svanes, contaram com a participação de 13 mil homens e mulheres, com idades compreendidas entre os 20 e 45 anos. Quarenta por cento dos participantes tinham, pelo menos, um “factor desfavorável” na infância, sendo que estes incluíam exposição ao fumo passivo, infecções pulmonares ocorridas antes dos 5 anos de idade e ter pais que sofriam de asma ou com história médica passada de asma.

 

Os especialistas analisaram como é que estes “factores negativos” da infância estavam associados com os resultados encontrados em testes, realizados com intervalos de nove anos, que avaliaram a função respiratória em 7.700 dos participantes.

 

Após terem tido em conta múltiplos factores, incluindo tabagismo actual e asma na infância, os investigadores constataram que, em comparação com aqueles que não tinham qualquer “factor desfavorável”, os participantes que tinham sido expostos a um dos três factores tinham uma probabilidade de desenvolver DPCO seis e sete vezes maior, respectivamente, para os homens e mulheres.

 

Em comunicado de imprensa, os autores do estudo revelaram que esta associação entre a DPCO e factores existentes na infância é nova e tem que ser confirmada em futuras investigações. Contudo, caso se venham a confirmar, estes resultados sugerem que “a saúde respiratória é, em grande medida, determinada no início da vida.”

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.