Problemas de concentração e sua relação com a produtividade

Estudo apresentado na revista "Occupational and Environmental Medicine"

29 maio 2008
  |  Partilhar:

As dificuldades de concentração são causadoras de absentismo laboral, acidentes e baixo rendimento, no entanto, as pessoas afectadas não procuram ajuda, revela um estudo publicado no site da revista "Occupational and Environmental Medicine".
 

 

Ronald Kessler, da Harvard University, nos EUA, e co-autor do relatório, afirmou que, se no caso das pessoas com Depressão um tratamento que custa mil dólares (634 euros) pode evitar quatro mil dólares (2.600 euros) em perdas de produtividade, no caso das dificuldades de concentração esta questão ainda se coloca com mais veemência.
 

 

Os investigadores do Instituto de Saúde Mental da Holanda entrevistaram 7.075 trabalhadores, com idades entre os 18 e os 44 anos, em dez países, concluindo que, em média, 3,5% dos inquiridos sofre de distúrbios de atenção.
 

 

Dos países abrangidos pelo estudo, a maior percentagem verifica-se em França, com 6,3%, percentagem que, no entanto, corresponde a uma perda de apenas 20,1 dias de trabalho por ano, enquanto a Colômbia, que tem uma das percentagens mais baixas (1,9%) regista 29,4 dias de absentismo anuais.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar