Probabilidade de sofrer de Alzheimer diagnosticada em Portugal

Teste disponibilizado no Instituto de Medicina Molecular

07 dezembro 2007
  |  Partilhar:

 

Um teste para detectar qual a probabilidade de uma pessoa vir a desenvolver a doença de Alzheimer está disponível no Instituto de Medicina Molecular (IMM), em Lisboa, mas apenas pessoas que reúnam um determinado conjunto de condições devem fazê-lo.
 

 

"Para realizar o teste é necessário que exista uma indicação médica nesse sentido, o que geralmente ocorre apenas com pessoas que reúnem determinadas condições, como terem mais de 60 anos ou possuírem doentes de Alzheimer na família", explicou o investigador Tiago Fleming Outeiro.
 

 

Há cinco meses no IMM, depois de concluir um pós-doutoramento em Harvard, o investigador criou uma Unidade de Neurociência Celular e Molecular, que reúne diversos especialistas dedicados à pesquisa no campo das doenças neurodegenerativas.
 

 

Segundo Tiago Outeiro, o teste agora disponível tem uma fiabilidade de 85% e "consiste na determinação dos níveis de 18 proteínas no plasma sanguíneo em doentes em estádios iniciais da doença", quando os sintomas ainda não se manifestaram.
 

 

A equipa da Unidade de Neurociência Celular e Molecular do IMM também está a trabalhar no sentido de desenvolver um teste que faculte resultados fiáveis também para o risco de incidência da doença de Parkinson.
 

 

Fonte: Lusa
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.