Primeiro transplante facial total programado para 2007

Londres aprova intervenção

06 novembro 2006
  |  Partilhar:

 

A comissão de ética médica do Royal Free Hospital, em Londres, aprovou na semana passada os planos para a realização do primeiro transplante facial completo no mundo.
 

 

A cirurgia, que deverá acontecer no próximo ano, será realizada pela equipa liderada por Peter Butler, mas o candidato à intervenção cirúrgica ainda não foi escolhido.
 

 

Peter Butler estuda transplantes faciais há vários anos, analisando questões de identidade, problemas psicológicos nos pacientes e possíveis rejeições.
 

 

A intervenção cirúrgica começará com a remoção de pele e gordura do rosto do dador, além de oito vasos sanguíneos, quatro artérias e quatro veias.
 

 

O rosto será então ligado à estrutura óssea e muscular do paciente transplantado numa cirurgia que deve durar cerca de 14 horas.
 

 

Muitos questionam-se se uma pessoa com o rosto transplantado terá exactamente a mesma aparência do dador, mas um sistema de simulação por computador mostrou que as características finais são mais semelhantes às do transplantado que às do dador.
 

 

A cor da pele e dos pêlos faciais seriam as do dador, mas a pele adaptar-se-á aos ossos e cartilagens de quem recebe o transplante.
 

 

Entretanto, já foi efectuada uma lista de candidatos à intervenção, mas os pacientes ainda têm de ser avaliados formalmente para que se escolha quem é mais apropriado para passar pela experiência.
 

 

No ano passado, a francesa Isabelle Dinoire tornou-se a primeira pessoa a receber um transplante facial parcial, - nariz, lábios e queixo - após ter sido mordida por um cão.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.