Primeiro portador do vírus da sida chegou aos EUA em 1969 vindo do Haiti

Estudo publicado na PNAS

05 novembro 2007
  |  Partilhar:

 

Os cientistas conseguiram encontrar a peça que faltava no puzzle da propagação do vírus da Sida: sabia-se que o HIV terá tido origem na África central, nos anos 30, tendo sido cerca de meio século depois disseminado pelo resto do mundo a partir dos EUA. Afinal, é o Haiti o elo de ligação que faltava entre os dois continentes, refere o estudo publicado na semana passada na edição digital da revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).
 

 

O país mais pobre do continente americano e também dos mais pobres à escala mundial serviu de ponte à passagem do vírus da sida para os EUA, onde sempre houve uma longa tradição de imigração. Esta é a teoria avançada por Michael Worobey, professor de Biologia, na University of Arizona, EUA. Segundo o cientista, terá sido um emigrante do Haiti que levou a doença para os EUA por volta de 1969.
 

 

Esta teoria vem contrariar uma outra, que defende ter sido um turista sexual a espalhar a doença. Contudo, afirma agora Worobey, o Haiti só se tornou um destino turístico a partir dos anos 70. Até este estudo, mantinha-se a hipótese de o "paciente zero" ter sido um homossexual oriundo do Canadá. Os primeiros casos de sida foram referenciados em 1981 entre a comunidade homossexual de Los Angeles.
 

 

O estudo da equipa do Arizona pretende estabelecer também os laços de contágio até ao Haiti, a partir da África Central. Foi nesta última região que o vírus surgiu na espécie humana, por volta de 1930, tendo como origem o chimpanzé, uma das fontes de alimentação.
 

 

Fontes: Público e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.