Primeiro estudo sobre fibrilhação auricular em Portugal

Rastreio arrancou esta semana

20 agosto 2009
  |  Partilhar:

O primeiro estudo epidemiológico sobre fibrilhação auricular em Portugal arrancou esta semana com o rastreio da população de Anadia.

 

Até ao dia 5 de Setembro, das 16.00h às 21.30h, os habitantes de Anadia serão observados por um técnico de cardiopneumologia e um enfermeiro, que se deslocarão aleatoriamente à residência dos utentes para os submeterem a um electrocardiograma.

 

A iniciativa, da responsabilidade do Instituto Português do Ritmo Cardíaco (IPRC) e da Associação Portuguesa de Arritmologia, Pacing e Electrofisiologia (APAPE), vai abranger um universo de dez mil portugueses residentes em 70 localidades e será implementada até 30 de Novembro de 2009.

 

O IPRC, numa nota enviada à imprensa, reforça que a arritmia cardíaca é responsável por 15% dos AVC.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.