Primeiro clone humano pode nascer em breve
05 maio 2002
  |  Partilhar:

O ginecologista italiano Severino Antinori anunciou que o primeiro ser humano clonado vai nascer em breve, já que a mulher que o está a gerar encontra-se na oitava semana de gravidez.
 

 

O jornal digital dos Emirados Árabes Unidos "Gulf News" e a edição Internet do semanário britânico "New Scientist" dão conta do anúncio de Antinori, feito esta semana durante um congresso sobre o futuro da engenharia genética em Abu Dhabi.
 

 

Colaboradores de Antinori em Itália recusaram confirmar a notícia, da qual também fizeram eco hoje alguns meios digitais italianos, que situam o eventual nascimento no Dubai, capital do Qatar.
 

 

Em declarações reproduzidas pelo "Gulf News", Antinori assinalou que o projecto de clonagem humana "está num estádio muito avançado".
 

 

O médico italiano, conhecido mundialmente porque em 1994 ajudou uma mulher de 62 anos a engravidar, assegurou que são cerca de cinco mil os casais envolvidos no projecto, no qual colabora o médico norte-americano Panos Zavos, que possui uma clínica especializada em reprodução em Kentucky.
 

 

Antinori explicou que a técnica utilizada consiste em transferir o ácido desoxirribonucleico (ADN) do núcleo de células vivas para o óvulo de forma a criar um embrião humano que, posteriormente, é implantado no útero de uma mulher.
 

 

às dúvidas suscitadas pelo envelhecimento precoce da ovelha Dolly, primeiro ser vivo clonado, o ginecologista romano contrapôs os progressos contínuos da ciência neste campo, acrescentando que as respostas são diferentes segundo as espécies.
 

 

Antinori argumentou ainda que as suas experiências reduzem as possíveis deformações atribuídas à reprodução assistida (estimadas em quatro por cento) "porque o risco é controlado antes de o embrião ser implantado".
 

 

Os projectos de clonagem deste ginecologista foram rejeitados e proibidos em Itália e nos Estados Unidos.
 

 

"Não percebo a oposição a este projecto, parece que têm medo da investigação sobre a reprodução assistida. Tal como a energia atómica, a clonagem pode ser utilizada para fins benéficos", sublinhou.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.