Primeiro «bebé-proveta» português faz hoje 18 anos

Maioridade para a criança nascida através de fertilização in vitro

25 fevereiro 2004
  |  Partilhar:

 A primeira criança nascida em Portugal graças a uma fertilização in vitro (FIV) atinge hoje a maioridade, mas por gerar continua uma legislação portuguesa que regule estas técnicas responsáveis pelo nascimento de milhares de bebés. Carlos Miguel chegou ao mundo às 13h30 do dia 25 de Fevereiro de 1986 e com este nascimento começou um novo capítulo na história da reprodução em Portugal. A primeira criança nascida no mundo através da FIV (técnica que consiste na fertilização de um óvulo em meio laboratorial, da qual resulta um embrião posteriormente implantado no útero da mãe), a britânica Louise Brown, nascera oito anos antes. Carlos Miguel nasceu com 3,3 quilos no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde o obstetra Pereira Coelho introduzira a FIV, depois de anos a trabalhar nesta técnica em Paris. Hoje, 18 anos passados, Pereira Coelho - que ao fim de 15 anos a trabalhar na área da infertilidade regressou ao Hospital de Santa Maria como ginecologista/obstetra - dispensa os holofotes. Por seu lado, o bebé que então abriu telejornais e teve honras de primeiras páginas nos jornais é hoje um jovem que prefere ser conhecido apenas pelo jeito que tem para jogar bola. Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.