Primeira pós-graduação portuguesa em Medicina Chinesa

Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar inicia curso

05 novembro 2006
  |  Partilhar:

 

O Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), da Universidade do Porto, iniciou esta semana uma pós-graduação em Medicina Tradicional Chinesa (MTC), a primeira numa escola superior pública portuguesa, que envolve 27 alunos.
 

 

Um comunicado da Universidade do Porto explica que esta pós-graduação "resulta em boa parte da contribuição de estudos recentes que permitiram construir um modelo fisiológico desta arte clássica de cura".
 

 

Graças a esse modelo, as formas tradicionais de diagnóstico e cura "tornam-se lógicas e acessíveis aos médicos ocidentais, conduzindo a uma muito maior taxa de sucesso na sua aplicação, quando comparadas com os simples tratamentos de acupunctura actualmente em voga no mundo ocidental", acrescenta o comunicado.
 

 

O curso desenvolve-se em 900 horas, ao longo de três semestres e será ministrado, em parte, por médicos alemães que desenvolveram um modelo próprio de medicina integrada.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.