Primeira escola para crianças autistas abre em Almada

Método reconhecido nos EUA

24 setembro 2008
  |  Partilhar:

A primeira escola para crianças autistas abre na próxima segunda-feira, dia 29, em Almada com o objectivo de melhorar a autonomia e prepará-las para a reintegração nas escolas regulares através de uma metodologia de tratamento reconhecida nos Estados Unidos.
 

 

A ABC Real Portuguesa nasceu da vontade de um grupo de pais em criar uma escola para ajudar as crianças com o diagnóstico de autismo, disse à agência Lusa Sérgio Baptista, médico, pai de uma criança autista e um dos impulsionadores do projecto.
 

 

Os meninos ficam na escola um a dois anos, onde cada um é acompanhado por um técnico entre 25 a 40 horas semanais.
 

 

Sérgio Baptista afirma que o “senão” desta intervenção é ser considerada “cara”, porque o rácio é uma criança por técnico, mas os resultados compensam. “No Estado do Texas foi feito um estudo que refere que se o Estado pagasse durante dois anos este tipo de intervenção precoce iria poupar 200 mil dólares por criança na educação”, exemplificou o médico, considerando que é “um investimento porque vamos tornar úteis crianças que vão ganhar competências”.
 

 

Todas as informações em: http://autismoescolaaba.org
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.