Primeira dose da vacina contra o sarampo antecipada

Proposta da Direcção-Geral da Saúde

09 dezembro 2011
  |  Partilhar:

A Direcção-Geral da Saúde decidiu antecipar a primeira dose da vacina tripla contra o sarampo, a papeira e a rubéola, dos 15 para os 12 meses, uma medida que entrará em vigor em 2012 e que coincide com um alerta relacionado com um surto da doença na Europa.

 

Recentemente a Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu um alerta relacionado com surtos de sarampo na Europa, mas segundo Graça Freitas, subdirectora geral da Saúde, citada pela agência Lusa, nega que esta proposta esteja relacionada com esse alerta, afirmando tratar-se de uma coincidência temporal, porque já estava planeada para este ano a antecipação da vacina.

 

“A vacina era dada aos 15 meses, porque os anticorpos das mães passavam para as crianças e davam-lhes protecção, mas sabemos, por estudos e evidência científica, que à medida que os meninos vão nascendo de mães vacinadas, e que não desenvolveram a doença, a imunidade materna desaparece mais cedo”, explicou.

 

Graça Freitas refere que a situação de Portugal face ao sarampo é pacífica, uma vez que não há casos registados á excepção de dois importados, um deles apenas de passagem.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.