Pressão arterial: o que a aumenta e a diminui?

Estudos apresentados no congresso da American Society of Hypertension

17 maio 2013
  |  Partilhar:

A utilização de telemóveis, o consumo de sal e prática de ioga, alteram a pressão arterial, sugerem alguns dos estudos apresentados na reunião anual da American Society of Hypertension (ASH).
 

Ao longo desta conferência foram apresentados mais de 200 novos estudos sobre a hipertensão, com o objetivo de compreender melhor esta condição e um dia a conseguir tratar na sua totalidade.
 

Um dos estudos apresentado e que foi levado a cabo pelos investigadores do Guglielmo da Saliceto Hospital, em Itália, demonstrou que falar ao telemóvel conduz a um aumento significativo da pressão arterial. Foi observado que durante uma chamada telefónica a pressão aumentou, em média,de 122/77 para 129/82.
 

Por seu turno os investigadores da University of Pennsylvania, nos EUA, demonstraram que os indivíduos que praticavam ioga duas a três vezes por semana apresentavam diminuições significativas na pressão arterial. Em média, foi observado uma descida de 3 mmHg tanto na pressão sistólica como diastólica. Os participantes que seguiam uma dieta controlada mas não praticavam ioga conseguiam diminuir a sua pressão em apenas 1 mmHg.
 

Apesar dos apelos para a diminuição do consumo de sal, os investigadores da Universidade de São Paulo, no Brasil, constataram que as pessoas com hipertensão têm na verdade um maior desejo pelos alimentos salgados, comparativamente com os indivíduos com uma pressão normal. O estudo apurou que 68% dos participantes hipertensos e 3% dos indivíduos com pressão arterial normal preferiam pão com elevadas quantidades de sal. Contudo, quando foi adicionado ao pão outro tipo de tempero verificou-se que apenas 14% dos hipertensos e 0% dos indivíduos do grupo de controlo escolheram o pão com elevado teor de sal. Assim este estudo demonstrou que para além dos hipertensos preferirem alimentos com alto teor de sal, a utilização de outros temperos pode diminuir esta preferência.
 

No congresso, os investigadores do Center for Disease Control, nos EUA, revelaram também que o estilo de vida saudável adotado pelos médicos influenciavam as recomendações que estes davam no âmbito da prevenção da hipertensão. Estas recomendações incluíam, consumo de uma dieta saudável, redução do consumo de sal, manutenção de um peso saudável, ingestão limitada de bebidas alcoólicas, prática de exercício físico e cessação tabágica.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.