Preservativo molecular pode proteger contra HIV

Trabalho publicado no Journal of Pharmaceutical Sciences

27 dezembro 2006
  |  Partilhar:

 

Um gel vaginal que se transforma num líquido, quando em contacto com o sémen, libertando uma substância contra o HIV foi desenvolvido por cientistas da Utah University, EUA. O estudo sobre o preservativo molecular foi publicado na semana passada na edição on-line da revista Journal of Pharmaceutical Sciences.
 

 

"Desenvolvemos um novo gel vaginal, a que chamamos "preservativo molecular", porque é constituído por moléculas que são líquidas à temperatura ambiente e que, quando aplicadas na vagina, se espalham e transformam num gel, cobrindo efectivamente o tecido", afirma Patrick Kiser, o investigador líder do projecto. "É um preservativo molecular inteligente, porque concebemos o gel para libertar uma substância anti-HIV quando entra em contacto com esperma durante o coito", adiantou, citado num comunicado de imprensa.
 

 

O preservativo molecular faz parte de um esforço global para desenvolver microbicidas - géis, esponjas, anéis ou cremes - que impeçam a infecção pelo HIV, que possam conferir às mulheres a capacidade de se protegerem.
 

 

Fontes: Diário de Notícias e Imprensa Internacional
 

MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.