Prescrição de antibióticos: novo kit promete ser revolucionário

Projeto recebe 2,6 milhões de euros da Comissão Europeia

14 junho 2016
  |  Partilhar:

Um kit de diagnóstico clínico que promete revolucionar a forma como os médicos prescrevem os antibióticos vai ser lançado no mercado após o consórcio liderado pela FASTinov, uma spin-off inserida na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), receber 2,6 milhões de euros da Comissão Europeia.
 

De acordo com a notícia avançada pelo sítio da Universidade do Porto (UP), o kit é capaz de determinar, em uma hora, a suscetibilidade das bactérias aos antibióticos a partir de hemoculturas. Este novo método vai aumentar a rapidez e a eficácia do tratamento prescrito aos doentes que sofrem graves infeções bacterianas.
 

A presidente da FASTinov e professora da FMUP, Cidália Pina Vaz, referiu que “será possível em apenas uma hora detetar a resistência aos diferentes antimicrobianos. Deste modo, “é possível dirigir a terapêutica e medicar com segurança”, acrescentou.
 

Atualmente não é possível obter resultados antes de 48 horas. Em casos graves os médicos são obrigados a medicar com base em dados epidemiológicos, ou seja, “prescrevem o medicamento mais eficiente para os tipos de bactérias mais prevalentes”, explica a microbiologista.
 

Na opinião da coordenadora científica da FASTinov e professora da FMUP, Sofia Costa de Oliveira, este tipo de procedimento tem riscos para o doente, aumentando o tempo de internamento e a despesa hospitalar, contribuindo para o crescente fenómeno de resistência das bactérias aos antibióticos.
 

“Caso a bactéria seja resistente ao antibiótico receitado, o doente pode apresentar complicações graves ou mesmo morrer”, explica Cidália Pina Vaz.
 

De acordo com a notícia da UP, o novo kit permite desvendar qual o mecanismo de resistência envolvido num curto espaço de tempo. Sabendo que alguns destes mecanismos se difundem muito rapidamente, é crucial a sua deteção precoce de forma a permitir o isolamento do paciente em tempo útil, evitando surtos de infeção nomeadamente a nível hospitalar.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.