Prémio Pulido Valente Ciência distingue jovem investigadora

Projecto de melhoria de biomateriais

06 março 2007
  |  Partilhar:

Inês Gonçalves, uma jovem investigadora do Laboratório de Biomateriais do Instituto Nacional de Engenharia Biomédica (INEB) da Universidade do Porto, foi galardoada com o Prémio Pulido Valente Ciência 2006. Inês Gonçalves, 25 anos, recebeu na semana passada o segundo prémio da sua carreira, desta vez por ter encontrado uma forma de melhorar biomateriais que contactam com o sangue humano, como explicou num artigo publicado em 2005 na revista internacional “Biomaterials”. Segundo a cientista, o trabalho teve como objectivo "construir uma superfície que, em contacto com o sangue, atraísse uma proteína chamada albumina, evitando, desta forma, o contacto com outras proteínas que podem ser prejudiciais ao organismo". Sempre que é necessário colocar um dispositivo médico - que tem de ficar em contacto com o sangue - uma das primeiras coisas que acontece é a absorção de proteína. No entanto, há proteínas que podem activar o sistema de coagulação ou desencadear processos de inflamação, e outras, como a albumina, espécie de proteína protectora", será capaz de, por exemplo, evitar a formação de um coágulo. Fonte: Público MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.