Prémio Pfizer para estudo das células do sangue
08 fevereiro 2004
  |  Partilhar:

  Leonor Parreira, investigadora do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina de Lisboa, e do Instituto Gulbenkian de Ciência, ganhou o Prémio Pfizer 2003 pelo estudo da influência do ambiente da medula óssea na diferenciação das células estaminais do sangue, ou hematopoiéticas. O trabalho, cuja primeira autora é a investigadora Hélia Neves, explica porque é que o processo de especialização destas células indiferenciadas em células com uma função específica - neste caso, de sangue - pode ser afectado, por exemplo, pelos fármacos usados em quimioterapia ou até por vírus como os da sida. O estudo pode permitir abrir novos caminhos em terapia celular.Fonte: Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.