Prémio Nobel da Medicina para investigadores do vírus VIH e do HPV

Dois franceses e um alemão partilham galardão

06 outubro 2008
  |  Partilhar:

O Prémio Nobel da Medicina de 2008 foi atribuído segunda-feira aos franceses Françoise Barre-Sinoussi e Luc Montagnier e ao alemão Harald zur Hausen pelas suas investigações sobre vírus, anunciou o Instituto Karolinska em Estocolmo, Suécia.
 

 

Barre-Sinoussi e Montagnier foram distinguidos pela descoberta do VIH (vírus da imunodeficiência humana) e zur Hausen por ter descoberto que o cancro do colo do útero é igualmente provocado por um vírus, o HPV.
 

 

Françoise Barre-Sinoussi é apenas a oitava mulher a ser galardoada com o Nobel de Medicina desde que estes prémios começaram a ser entregues, em 1901.
 

 

O prémio, de 10 milhões de coroas suecas (1,02 milhões de euros) e uma medalha de ouro, será entregue a 10 de Dezembro, aniversário da morte de Alfred Nobel.
 

 

Alert Life Sciences Computing, SA
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.