Prémio Nobel da Medicina atribuído a Andrew Z. Fire e Craig C. Mello

Investigação sobre informação genética

02 outubro 2006
  |  Partilhar:

O Prémio Nobel da Medicina 2006 foi ontem atribuído a Andrew Z. Fire e Craig C. Mello, pelas suas descobertas sobre a informação genética, anunciou o Instituto Karolinska de Estocolmo. Os dois laureados foram distinguidos pela "descoberta do mecanismo fundamental para o controlo dos fluxos de informações genéticas", especificou a assembleia Nobel do Instituto Karolinska.Fire, nascido em 1959, é professor de Patologia e de Genética, na Stanford University, Califórnia, e Mello, nascido em 1960, é professor de Medicina Molecular na University of Massachusetts Medical School. Carolino Monteiro, Geneticista e professor da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, explicou a importância da descoberta deste mecanismo, intitulado ARN de interferência (RNAi). O especialista pormenorizou que este mecanismo explica a sobrevivência da célula, nomeadamente quando esta sofre agressões, como durante uma infecção viral, por exemplo. A descoberta é de "extrema importância" para a terapêutica, uma vez que abre o caminho na procura de mecanismos de protecção da célula.Fontes: Lusa e Imprensa Internacional MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.