Prémio DuPont de Ciência distingue investigadora portuguesa

Entrega do prémio está agendada para 7 de Novembro

12 setembro 2002
  |  Partilhar:

A investigadora portuguesa Maria do Carmo Fonseca foi distinguida com o XII Prémio DuPont de Ciência por um júri presidido pelo cientista espanhol Santiago Grisolia.
 

 

Maria do Carmo Fonseca, investigadora e docente da Faculdade de Medicina de Lisboa, foi premiada pelo trabalho que vem desenvolvendo no campo da genética molecular.
 

 

"Quisemos estender este prémio a Portugal como forma de reconhecimento do avanço da ciência neste país, bem como contribuir para o desenvolvimento das relações entre Portugal e Espanha no que diz respeito à investigação e promoção da actividade científica", referiu em Junho Pascual Sisto, presidente da DuPont para Portugal e Espanha.
 

 

O Prémio, que vem distinguindo a comunidade científica em Espanha, tem como principal objectivo estimular as iniciativas que, sob a forma de artigos ou trabalhos publicados, constituam um contributo para o progresso da Ciência.
 

 

Com uma dotação económica de 30.000 euros (cerca de seis mil contos), a DuPont decidiu este ano, em que comemora 200 anos de actividade, alargar o âmbito do prémio aos cientistas portugueses.
 

 

A entrega do XII Prémio DuPont de Ciência está agendada para 07 de Novembro, em Oviedo (Espanha), local onde a empresa possui a sua unidade industrial mais emblemática da Europa.
 

 

A DuPont, que abastece mercados globais em praticamente todos os ramos da indústria, desenvolveu ao longo dos seus 200 anos de actividade produtos que hoje são marcas registadas, como o Nylon, o Teflon ou a Lycra, entre outros.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.