Prémio Crioestimanal entregue a investigador do Instituto de Biologia Molecular e Celular

Microcirurgia Laser aplicada ao estudo do Cancro

21 novembro 2006
  |  Partilhar:

 

O Prémio Crioestimanal em Investigação Biomédica deste ano vai distinguir quinta-feira um investigador do Porto pelo seu contributo para o combate ao Cancro, a partir de técnicas inovadoras de Microcirurgia Laser aplicadas ao estudo da divisão celular.
 

 

O objectivo do investigador Hélder Maiato, que trabalha no Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC), do Porto, é identificar as moléculas que contribuem para a formação e função do aparelho mitótico, responsável pelo movimento dos cromossomas, e investigar as respectivas implicações para a aneuploidia (perda ou ganho de cromossomas) e o Cancro, de acordo com um resumo do projecto.
 

 

Pretende-se igualmente aplicar a tecnologia de Microcirurgia Laser para o estudo "in vivo" da divisão celular. De acordo com um resumo do projecto, esta Microcirurgia permite resolver questões fundamentais sobre a divisão celular que não podem ser respondidas através de outra forma.
 

 

Designado "Dissecção da Divisão Celular e Aneuploidia através de Microcirurgia Laser em Células Vivas ", o trabalho foi escolhido de entre as 58 candidaturas por um júri de especialistas oriundos de dez países, incluindo o britânico Martin Raff, do University College of London.
 

 

Martin Raff participa quinta-feira na cerimónia, tal como o presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia, João Sentieiro, e o director do IBMC do Porto, Alexandre Quintanilha.
 

 

O Prémio Crioestimanal em Investigação Biomédica é instituído pela associação Ciência Viva.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.