Prémio Champalimaud 2005 para investigação que descobriu mecanismo de molécula anti-viral do HIV

Trabalho desenvolvido por equipa da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

29 março 2006
  |  Partilhar:

 

Um trabalho de investigação que permitiu perceber o mecanismo utilizado por uma molécula para impedir que o vírus da Sida entre nas células venceu o Prémio Dr. José Luís Champalimaud 2005, ontem entregue em Lisboa.
 

 

O estudo, realizado por uma equipa multidisciplinar coordenada pelo professor Miguel Castanho, do Departamento de Química da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), permitiu descobrir qual o mecanismo de acção utilizado por uma molécula - T 1249 - que impede a entrada do vírus da Sida (VIH) nas células que deveria infectar.
 

 

Para perceber o mecanismo da molécula, os investigadores utilizaram técnicas ópticas, aproveitando-se das alterações que a luz sofre na sua intensidade e energia ao interactuar com moléculas, explica um comunicado enviado pela FCUL. De acordo com o comunicado, a molécula e as suas propriedades anti-virais já eram conhecidas, mas não o seu mecanismo de acção, tendo sido a descoberta desse mecanismo que acabou por desafiar a curiosidade científica dos investigadores.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.