Preços das consultas afastam portugueses do dentista

Deco sugere higienistas orais em todos os centros de saúde

26 julho 2005
  |  Partilhar:

A Associação de Defesa do Consumidor (DECO), após ter inquirido cerca de 5.500 pessoas, entre os 13 e os 74 anos, conclui que muitos portugueses evitam a visita ao médico dentista devido aos elevados preços praticados nos consultórios.  Um em casa cinco portugueses já perdeu dentes desnecessariamente e mais de um terço da população não vai a consultas dentárias de rotina. Assim, a Deco reclama a necessidade de existirem higienistas orais no Serviço Nacional de Saúde (SNS). "Todos os centros de saúde deveriam ter, pelo menos, higienistas orais para fazer limpezas, detecção de cáries e ensinar os cuidados de higiene", afirma a Deco que relembra também a quase inexistência de médicos dentistas no SNS. Este estudo, que será publicado na revista ”Teste Saúde” de Agosto, revela que 95% dos inquiridos recorre a clínicas privadas que têm custos elevados para grande parte das famílias portuguesas. Por este motivo, cerca de 30% dos inquiridos não vai a consultas de rotina ao dentista. Fonte: JN

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.