Preço dos seguros de saúde vai subir

Dados apresentados no DN

15 dezembro 2006
  |  Partilhar:

As companhias que têm seguros de saúde admitem criar novos produtos para colmatar a perda de apoio estatal por parte de alguns grupos socioprofissionais, o que representará um aumento de preços, avançou o Diário de Notícias.
 

 

Segundo o jornal, a maioria das principais empresas seguradoras está ou admite vir a criar produtos que respondam ao facto de o Estado estar a reduzir os apoios concedidos, seja através da diminuição dos benefícios concedidos seja pelo aumento e criação de novas taxas de utilização do Serviço Nacional de Saúde (SNS).
 

 

A criação das taxas de internamento para todos os utilizadores do SNS, a redução da comparticipação de medicamentos e das despesas de saúde dos funcionários públicos e a eliminação dos subsistemas dos advogados e solicitadores e dos jornalistas são algumas das medidas do Governo que, segundo as seguradoras, vão provocar aumento da procura de seguros de saúde.
 

 

A Multicare e a Medis, os dois maiores operadores do mercado, apontam para uma negociação de seguros de grupo com as associações representativas dos grupos socioprofissionais mais afectados. A Medis admite rever preços abaixo da inflação média, enquanto a Multicare garante que os subirá acima da inflação anual (cerca de 3%).
 

 

Fonte: Diário de Notícias
 

MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.