Pré-cozinhar batatas fritas no micro-ondas reduz químico perigoso

Estudo apresentado no Journal of the Science of Food and Agriculture

02 novembro 2006
  |  Partilhar:

 

As batatas fritas ficam com menos acrilamida, uma substância potencialmente cancerígena, se forem pré-cozinhadas no micro-ondas, indica um estudo de investigadores turcos, publicado no Journal of the Science of Food and Agriculture.
 

 

A descoberta da acrilamida, que se forma durante a fritura, a cozedura no forno e os assados em condições de alta temperatura e baixa humidade, tem suscitado vários estudos sobre as vantagens de processos culinários alternativos.
 

 

Neste trabalho, uma equipa de investigadores da Universidade de Mersin (Turquia) mostra ser possível reduzir o tempo de fritura, e portanto a formação de acrilamida, se as batatas forem pré-cozinhadas no micro-ondas antes de serem fritas.
 

 

Segundo o estudo, o recurso ao micro-ondas antes da fritura resulta numa assinalável redução de acrilamida ao nível superficial. Assim, quando as batatas são fritas depois de passarem pelo micro-ondas, o seu teor em acrilamida baixa 36%, 41% e 60% se forem fritas a 150, 170 e 190 graus, respectivamente.
 

 

"Passar as batatas no micro-ondas antes de as fritar demora pouco tempo e dá-lhes melhor cor, provavelmente devido à menor temperatura a que são submetidas durante a fritura", afirma Koray Palazoglu, primeiro autor do estudo.
 

 

Fonte: Público
 

MNI-Médicos Na Internet
 

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar