Portugueses têm menos filhos por razões económicas

Seis em cada 10 casais não têm condições

17 maio 2004
  |  Partilhar:

 Seis em cada dez portugueses (63 por cento) consideram que a falta de meios económicos é a principal causa para os casais terem cada vez menos filhos, segundo os dados de uma sondagem divulgada terça- feira pelo Público.Somente 10 por cento dos inquiridos aponta a falta de apoio às mulheres que trabalham como razão para que os portugueses não tenham filhos ou não tenham tantos como gostariam.Sete por cento dos portugueses refere ainda como razões para a natalidade mais baixa os casamentos cada vez mais tardios e seis por cento o facto de os filhos tirarem a liberdade aos pais.Quando se fala em soluções para o aumento da natalidade em Portugal, 26 por cento defende os subsídios às famílias numerosas, 24 por cento a promoção do trabalho parcial para as mulheres com filhos e 11 por cento maiores deduções nos impostos a quem tem mais filhos.Também 11 por cento dos inquiridos adianta que se deve melhorar a rede pública dos infantários e nove por cento refere o aumento da duração das licenças de maternidade e paternidade.Esta sondagem foi realizada pelo Centro de Estudos e Sondagens de Opinião da Universidade Católica para a RTP nos dias 14 e 15 de Maio, com 697 inquéritos válidos e uma margem de erro de 3,7 por cento para um nível de confiança de 95 por cento.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.